Bernal admite que pode ser cassado e diz que luta para se manter no cargo

19/10/2013 10h28

Bernal admite que pode ser cassado e diz que luta para se manter no cargo

Denunciado pelo MPE que pede seu afastamento, Bernal volta a dizer que é vítima de golpe

 
 
Denunciado pelo MPE que pede seu afastamento, Bernal volta a dizer que é vítima de golpe político <i>Foto: Paulo Ribas/Correio do Estado</i> Denunciado pelo MPE que pede seu afastamento, Bernal volta a dizer que é vítima de golpe político Foto: Paulo Ribas/Correio do Estado

O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), admitiu nesta sexta-feira(18) a possibilidade de ser cassado pela Câmara Municipal, atendendo pedido da Comissão Processante, depois de ser acusado pela CPI do Calote de praticar inúmeras irregularidades na contratação de empresas em regime de emergência e agora poderá responder, também, ação de improbidade administrativa na Justiça pelos mesmos motivos. A reportagem está na edição deste sábado (19) do jornal Correio do Estado.

Bernal insiste em dizer ser vítima de “golpe político” dos adversários que querem vê-lo fora do cargo.

Bernal falou de sua luta para se manter no cargo na entrevista à rádio 97,9 FM, no programa Refazenda.

A fala inclui também a ação de pedido de afastamento imediato de Bernal da prefeitura movida pelo Ministério Público do Estado (MPE). Em tom de campanha, ele usou a entrevista para pedir a manifestação da população contra “o golpe”. A reportagem é de Jéssica Benitez.

correiodoestado