Diretores da Reme participam de formação com foco na gestão democrática

14/03/2019 20h38
CG Notícias CG Notícias

Diretores e diretores-adjuntos de escolas e EMEI’s da Rede Municipal de Ensino (Reme) participaram na noite da última quarta-feira (13) de palestra que teve como foco as práticas da gestão democrática.

O evento foi realizado no Centro de Formação da Semed e marcou o início da segunda etapa do programa de formação continuada "Gestão escolar no caminho de uma educação pública de qualidade", desenvolvido pela Superintendência de Gestão e Normas da Semed (Secretaria Municipal de Educação). A formação continuada busca fortalecer a atuação dos gestores e promover debates sobre a gestão democrática tendo como premissa a educação de excelência.

A secretária municipal de Educação, Elza Fernandes, participou da abertura e destacou o empenho da gestão em oferecer oportunidades de aprimoramento dos profissionais. "Nossa missão é apoiá-los nas demandas do dia a dia, por isso oferecemos essas capacitações para o aprimoramento de vocês", afirmou aos participantes.

Gestão escolar

De acordo com a superintendente de Gestão e Normas, Alelis Izabel de Oliveira Gomes, a ideia de focar na gestão escolar foi devido as eleições para diretores de escolas da Reme, realizadas ano passado. "O momento é oportuno porque em várias unidades houve troca de gestores e é importante ressaltar que o caminho da gestão democrática não passa apenas pelas eleições, mas também é necessário ter como meta o ensino de qualidade", explicou.

A superintendente ainda ressaltou que as formações continuadas são ferramentas essenciais no aprimoramento do currículo dos gestores.

A palestra de abertura foi ministrada pela professora doutora Fabiany de Cássia Tavares Silva, que elencou os elementos necessários para uma gestão democrática bem-sucedida. Para ela, é preciso atrair para a administração também as opiniões contrárias. "A despeito das diferenças é preciso trazer todas as pessoas para a gestão, que deve ser partilhada. A prática democrática tem que ser construída, não podemos apenas exercer o direito de escolher e depois deixar toda a responsabilidade para a direção da escola. Toda a comunidade deve participar da gestão", pontuou.

Livros

A segunda etapa do programa de formação irá beneficiar pelo menos 300 profissionais e contará com quatro unidades temáticas: práticas de gestão democrática, Base Nacional Comum Curricular e os desafios para a Gestão Escolar, a educação infantil e o ensino fundamental na Base Nacional Comum Curricular e gestão democrática e a Base Nacional Comum Curricular.

Cada módulo da capacitação é formado de três momentos: palestra, estudo teórico e oficinas com técnicos da Gerência de Gestão da Educação Básica, que utilizarão o tema da palestra para desenvolver as atividades práticas. Além disso, a novidade este ano será o lançamento de dois livros que abordam os conteúdos trabalhados nas duas edições da formação. A primeira obra será lançada já no dia 21 de março.

Recém-eleito, o diretor-adjunto Paulo Oliveira Barros, da escola Professora Oneida Ramos destaca que a discussão da democracia na gestão escolar deve ser contínua. "Já que estamos em um processo democrático, a formação é essencial, pois é preciso dar ao gestor suporte e orientações para que ele conduza a unidade seguindo esses preceitos", afirmou.

Mesmo os diretores experientes apostam nas formações para ampliar o conhecimento. A diretora da escola Professor Arassuay Gomes de Castro, Gisele Lechuga Guimarães de Vasconcellos, argumenta que a sociedade está sempre em transformação e isso influencia nas demandas da comunidade escolar. "Precisamos reciclar nossos conhecimentos e ouvir sugestões para melhorar nossa gestão e atender nossos alunos da melhor forma", comenta.

CG Notícias

 

Envie seu Comentário