Semed retoma formaturas do Proerd e qualifica mais de 3 mil jovens

09/08/2018 06h06
CG Notícias CG Notícias

A Prefeitura Municipal de Campo Grande, por meio da Secretaria Municipal de Educação, retomou na noite desta terça-feira (7) as formaturas do Proerd (Programa Educacional de Resistência às Drogas), desenvolvido em parceria com a Polícia Militar. O programa já qualificou, este ano, 102 turmas de alunos da Reme, totalizando 3.060 crianças e jovens.

O evento aconteceu na escola Frederico Soares, na Vila Popular, e entregou o certificado de participação do Proerd para 100 alunos do 5º ano. O objetivo do programa é fazer com que os alunos se tornem multiplicadores das ações desenvolvidas pelos instrutores da Polícia Militar, além de orientar as crianças quanto à prevenção do uso de drogas e alertar sobre os perigos dos entorpecentes.

DSC_0273A solenidade de formatura reuniu a comunidade escolar e contou com a presença da secretária municipal de Educação, Elza Fernandes, coronel Toni Zerlotti, coordenador do Proerd, equipe da escola e técnicos da Semed.

A secretária de Educação, Elza Fernandes, ressaltou que durante os 11 anos em que foi diretora de escola colaborou de forma direta com o Proerd, sempre incentivando a participação dos alunos.

"A cada formatura plantamos uma semente e hoje vocês abraçaram uma responsabilidade muito grande, que é a de multiplicar as ações que aprenderam no programa. A Semed tem uma preocupação muito grande com a questão das drogas, por isso temos parcerias importantes que levam ações e palestras de orientação para todas as unidades", afirmou.

Para o coronel Zerlotti, a participação dos pais nas formaturas do programa é fundamental porque representa o apoio da família à criança.

"A dependência química leva muita tristeza às famílias que têm algum dependente, por isso precisamos proteger a vida desses alunos e investir no futuro delas, trabalhando para deixa-las longe das drogas", destacou.

Dinâmica

As atividades com os alunos são mediadas por policiais militares capacitados por meio do curso de formação de instrutor e desenvolvidos semanalmente aos alunos do 5º ano do ensino fundamental, através de dez lições.

O material de apoio elaborado pela própria polícia e reproduzido pela Secretaria Municipal de Educação visa estimular as habilidades das crianças para resistirem às pressões ao uso de drogas e estreita o relacionamento entre a Polícia Militar, a escola e a família.

As crianças também aprendem a identificar os aliciadores que costumam agir no entorno das escolas, oferecendo entorpecentes.

Vania Teixeira Amorim de Barros, mãe do aluno Artur Amorim, que cursa o 5º ano na escola Professor Luis Antônio de Sá Carvalho, falou sobre o que achou importante nesse projeto dentro da escola para crianças.

O casal André Diogo Bandeira e Geisa Fagundes Santos, pais da aluna Paola Fagundes, disse que conheceu o Proerd através da filha e apoiou sua participação nas aulas por considerar importante o desenvolvimento de ações antidrogas na escola.

"Muitas crianças não tem apoio e diálogo em casa, por isso a escola precisa atuar cada vez mais nesse sentido de orientação", destacou Geisa.

Na opinião de André, as crianças devem participar de projetos que visam o combate às drogas, mas ressalta que a família deve ser o principal suporte.

"É preciso manter um diálogo constante, tirar dúvidas e orientar. Os pais precisam fazer aparte deles garantindo a comunicação permanente", frisou.

A formanda Rebeca Pimenta, 10, gostou de participar do programa e garante que vai repassar as informações aos amigos e familiares.

"Gostei muito porque aprendemos os passos para ficar alerta e evitar as drogas. Vou ensinar o que aprendi", disse. O aluno Guilherme Felipe de Almeida da Silva, 11, disse que gostou das orientações sobre combate ao bullyng, foco também do programa. "Foi bom porque aprendemos a importância de respeitar os colegas", pontuou.

As formaturas do Proerd ainda irão contemplar alunos do 5º ano das escolas Carlos Vilhalva Cristaldo e João Evangelista Vieira de Almeida.

CG Notícias

 

Envie seu Comentário