Cheiro da terra

24/09/2018 17h05 - Por: Dirce Ruiz Braz
Imagem Pixabay Imagem Pixabay

Brilha pelas campinas,

O Sol entre as colinas.

Aroma brotando da relva,

O bom cheiro que se eleva.


Entre o verde majestoso,

Erguendo-se imponente, portentoso!

Produzindo o alimento,

A terra, o Sol, a chuva e o vento!


Natureza, sempre bem-vinda!

Grandeza que acolhe, infinda!

Vales de infinitas cores...

Que se entrelaçam em amores.


Oh natureza! Só posso te amar!

Com os olhos te abraçar!

És fonte de riqueza,

Teu berço: A realeza!


Se elevam como catedrais,

Exuberantes, geniais!

Tens alma, coração!

É Primavera! Carregada de paixão!

Presidente da Abrapec, jornalista e escritora Dirce Ruiz Braz

 

Envie seu Comentário