Ouvir a consciência

27/08/2018 11h52 - Por: Dirce Ruiz Braz
Pixabay Pixabay

Como a um passarinho, Deus te deu asas para voar. Voar significa vencer os ventos e as tormentas que assolam, por vezes, a alma humana. Porém, sempre encontrará o seu ninho aonde irá se recolher. Por maiores que sejam as lutas enfrentadas pela humanidade, o silêncio para uma reflexão irá transformar-se em uma benção. Muitas das vezes é necessário parar por um momento, meditar, refletir, evitando-se alvoroços. A alma atribulada não encontra o objetivo esperado. A pressa se instalando, a confusão reina, a frustração, afastando assim a possibilidade de acerto.

É comum a pessoa se achar perdida, sem forças para prosseguir. Acreditar em si mesmo já é um avanço. Não culpe a ninguém, você é senhor de si próprio, responsável pelo crescimento que deve operar no cotidiano. Não atribue a outrem os desacertos, geralmente quando tudo dá errado aponta-se o dedo para alguém que procurou dar uns palpites e, é claro, você ouviu. Se dá tudo certo, não teve ajuda de ninguém...

Ouça a voz da consciência... Já parou para ouvir, de fato, aquela voz... Às vezes ela te elogia... Às vezes não... Recrimina sua postura diante da vida.

Vivemos tempos difíceis! Isso é uma realidade!

O Mundo passa por mudanças. O nosso Brasil passa por mudanças! Deus não muda sua ação diante do ser humano, Ele dá oportunidade para todos indistintamente de reparação. Você é daqueles que, começa e para... Depois diz que Deus não te escuta... Ou será que não ouve a voz de Deus clamando o tempo todo?!

Deus te deu asas, mas se estão inertes diante dos desafios, não irá encontrar o alimento. Senão encontra o alimento da alma ao seu alcance, com certeza encontrará dificuldade em alcançá-lo, pois as mãos precisam estar operosas para saboreá-lo.

Presidente da Abrapec, jornalista e escritora Dirce Ruiz Braz

 

Envie seu Comentário