Pedras do caminho

12/09/2018 14h05 - Por:Dirce Ruiz Braz
Imagem Pixabay Imagem Pixabay

As pedras do caminho,

Só se arrancam com oração,

Ou, o espírito no torvelinho,

Não atende à instrução.


A vida se empobrece,

Ficando emaranhada.

Invigilância acontece,

Na leira não tratada.


Vive na tua balança,

Oscilando para lá e para cá!

Sem cuidados, não avança,

Na espera do Deus dará.


Chora como criança,

Em curvas espinhosas,

Na estrada, a temperança,

Te faz pessoa operosa.


Deus te deu capacidade,

De encontrar o caminho.

Não aja com deslealdade,

Repara o espírito em desalinho.


Apura teu sentimento,

E não lamentes na vida,

A alma consegue alimento,

Quando se limpa a ferida.

Presidente da Abrapec, jornalista e escritora Dirce Ruiz Braz

 

Envie seu Comentário