Ambiente corporativo adota uso de tênis no trabalho

10/01/2019 15h52
Crédito: divulgação/Assessoria Crédito: divulgação/Assessoria

A era de determinar o escalão de um funcionário pela roupa que ele veste está prestes a chegar ao fim. Isso porque o mundo corporativo se rende, aos poucos, à utilização de roupas menos formais no ambiente de trabalho. Com esse movimento, os executivos também deixam de usar sapatos sociais para usar o bom e velho tênis confortável. Essa nova tendência é influenciada, evidentemente, pela chegada dos millennials no mundo corporativo. Mais despojados, eles não querem saber de regras sociais.

Pode-se dizer que o estilo foi derivado do Athleisure, um termo que designa a utilização de roupas de academia em outros locais. Em 2016, a palavra até entrou para o dicionário Merriam-Webster como "vestuário casual desenhado para ser usado tanto para fazer exercício como para uso geral". Ou seja: o vestuário esportivo passa a ser adequado não só para atividades físicas, mas também para situações mais informais do dia a dia.

Agora, no entanto, o estilo mais informal e despojado também invadiu as grandes empresas, sobretudo aquelas do Vale do Silício. É comum ver o CEO da Amazon, Jeff Bezos, usando um sneaker confortável enquanto trabalha. Esse fato é significativo, já que Bezos é o homem mais rico do mundo, com uma fortuna avaliada em US$ 150 bilhões - montante maior que o PIB de Cuba e o da Bulgária somados, de acordo com a revista Veja.

A principal lição dada por esses executivos é que a roupa não define quem você é nem os resultados profissionais individuais ou da empresa. Quem se destaca por não ter dress code são as companhias de tecnologia do Vale do Silício, permitindo que os funcionários se sintam o mais à vontade possível no ambiente de trabalho. Mark Zuckerberg, fundador do Facebook, é um dos que frequentemente é visto com calçados da marca francesa Lanvin, que passou a investir no desenvolvimento de tênis bonitos e confortáveis.

Outros setores também começam a ser impactados por essa mudança de cultura. É o caso da multinacional de varejo Walmart. A companhia liberou o uso de tênis pelos funcionários em maio de 2018. Essa também passa a ser uma oportunidade para o mundo da moda. Se antes a predominância em algumas lojas era de saltos altos e sapatos na vitrine, agora o espaço também é dividido com a exposição de tênis bonitos e confortáveis.

Marcas tradicionais aproveitaram essa tendência, até mesmo porque produzir calçados esportivos e de performance demanda muito tempo e dinheiro em pesquisa e desenvolvimento. Como exemplo desses modelos mais despojados, pode-se citar o Nike Air Force, Adidas Advantage Clean VS Casual e o tênis New Balance 574. São vários os modelos disponíveis para quem quer adotar um estilo casual, seja no dia a dia em situações mais informais ou até mesmo no ambiente de trabalho.

Assessoria de Comunicação

 

Envie seu Comentário