Cartilha do Jovem Consumidor será entregue a 9 mil alunos da REME

20/10/2018 17h31
CG Notícias CG Notícias

Elaborada pela Subsecretaria de Proteção e Defesa do Consumidor de Campo Grande, a Cartilha do Jovem Consumidor ganhou uma segunda edição, que foi lançada na tarde desta sexta-feira (19), no Centro de Formação da Secretaria Municipal de Educação (Semed), com a presença do prefeito Marquinhos Trad, da secretária municipal de Educação, Elza Fernandes, do subsecretário de Proteção e Defesa do Consumidor, Valdir Custódio, além de autoridades da área jurídica e de defesa do consumidor.

A nova edição da cartilha será distribuída a nove mil alunos do 9º ano do Ensino Fundamental e irá integrar o conteúdo já trabalhado nas escolas e que estimulam o debate e a conscientização sobre as questões dos direito do cidadão. A ideia é que o material seja trabalhado de forma interdisciplinar.

O prefeito Marquinhos Trad destacou que a educação para formar um cidadão consciente e responsável deve começar dentro da família, no entanto, ressaltou que a cartilha é uma importante ferramenta para consolidar esse educação básica. "É um material que vai contribuir com uma mudança de comportamento de nossos jovens. Cartilhas, palestras, enfim, todo tipo de ação que visa a orientação sobre como fazer valer os seus direitos é sempre importante", pontuou.

Pensada para ser um instrumento pedagógico, a publicação foi elaborada e revisada pela Subsecretaria de Proteção e Defesa do Consumidor de Campo Grande e, de acordo com o subsecretário de Proteção e Defesa do Consumidor, Valdir Custódio, as alterações realizadas são referentes à linguagem abordada, que ficou mais clara, didática e de melhor compreensão do aluno.

"Houve apenas uma melhora na linguagem, mas os pontos e princípios abordados são os mesmos. Nós tivemos a preocupação em focar nos princípios dos direitos do consumidor, como a questão da proibição de venda casada. Com a experiência que tivemos com a primeira edição, pudemos melhorar a abordagem dos pontos", explicou.

O subsecretário também ressaltou a parceria com a Energisa, que irá acompanhar a distribuição do material nas escolas, levando informações sobre os cuidados necessários com a rede elétrica e ainda adiantou que a cartilha foi o primeiro passo de outros projetos já em andamento para 2019, como uma gincana educativa, que irá reunir alunos da Rede Municipal de Ensino (Reme).

A secretária municipal de Educação, Elza Fernandes, acreditou que a cartilha é um elemento que agrega ao trabalho já realizado nas unidades com os alunos, desde a Educação Infantil. "Essa questão da conscientização do consumo nós iniciamos o trabalho desde os primeiros anos. Com a cartilha os alunos também poderão passar para os seus pais, em casa, o que aprenderam na escola", ressaltou.

Aluna da escola Professor Vanderlei Rosa de Oliveira, Maria Eduarda Krause, 13 anos, disse que sua família já teve problemas ao comprar um aparelho de TV que não apresentava todas as peças relacionadas no manual. "Meu pai recorreu ao Procon e foi solucionado, por isso acho essa cartilha uma ótima ideia para mostrar aos jovens os seus direitos e repassar para suas famílias", disse.

Também presente no evento, o delegado titular da Delegacia Especial de Repressão aos Crimes contra as Relações de Consumo, Wilton Villas Boas de Paula, destacou a importância par o jovem conhecer seus direitos, já que são consumidores em potencial. "A educação é o caminho. A informação é necessária para formar futuros empreendedores também", afirmou.

Ercílio Diniz Flores, representante da Energisa, foco na formação do jovem faz toda a diferença o projeto inicial foi um sucesso e acreito que a segunda etapa sera de igual importância. Queremos contribuir e fazer a diferença nessa ação", ressaltou

Conteúdo

A cartilha conta com 20 páginas e destaca informações desde produtos, serviços, fornecedor, nota fiscal e prazos para reclamar, passando pelas compras pela internet, modalidade crescente.

No material ainda constam telefones e endereço para atendimento presencial ao consumidor que desejar registrar qualquer tipo de reclamação. O material também está disponível em aplicativo para ser baixado no celular.

O ato de lançamento da segunda edição da Cartilha do Jovem Consumidor contou ainda com a presença da secretária-adjunta de Educação, Soraia Campos, do procurador do Ministério Público de Mato Grosso do Sul, Aroldo José de Lima, da Defensora Pública e Coordenadora do Núcleo Institucional de Promoção e Defesa do Consumidor, Jane Ines Dietrich e do Coordenador da Vigilância Sanitária, Orivaldo Moreira Oliveira.

CG Notícias

 

Envie seu Comentário