A Tribuna News

Ocorreu um erro ao tentar exibir a apresentação multimida.
21/11/2013 19h07

Assembleia de MS apoia a integração comercial entre Brasil e Paraguai

O principal tema discutido no encontro foi a relação comercial entre os dois países como forma de integração dos povos.

 
 
Encontro aconteceu na sala da presidência da Assembleia Legislativa Foto: Giuliano Lopes

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Jerson Domingos (PMDB), recebeu nesta quinta-feira (21/11), uma comitiva do Paraguai, liderada pelo ministro da Indústria e Comércio, Gustavo Leite, e pelo vice-ministro Pablo Cuevas. O principal tema discutido no encontro foi a relação comercial entre os dois países como forma de integração dos povos. O presidente da Fiems (Federação das Indústrias do Mato Grosso do Sul), Sérgio Longen, também participou da reunião.

Os governadores dos Departamentos de Alto Paraná e de Canindeyu, respectivamente, Justo Zacarias e Alfonso Nori; o presidente da Feprinco (Federación de La Producción, Industria y Comercio), German Ruiz; o presidente da Yguazu Cementos, Cleber Ceroni; presidente da EFISA (Empresa Florestal e Industrial S. A), Romano Diel; o presidente da UIP (Union Industrial Del Paraguay), Eduardo Felippo; o adido comercial do Paraguai no Brasil, Sebastian Bogado; o assessor econômico do Ministério, Miguel Fernandez, e o diretor de competitividade do Ministério, Federico Olmedo, fizeram parte da comitiva.

O Brasil tem grande interesse em fortalecer a relação comercial com o Paraguai. Neste processo, Mato Grosso do Sul busca o protagonismo entre os estados brasileiros para viabilizar esta integração econômica. A Fiems tem se somado a este objetivo. “Dentro das ações está o corredor sanitário, que pode integrar a pecuária do Estado, atendendo a planta industrial da região de Porto Murtinho. Com relação a integração comercial, necessitamos qualificar as pessoas do Paraguai para que possam trabalhar no Brasil”, informou o presidente da federação.

Segundo Longen, muitas empresas brasileiras estão se instalando no Paraguai em função das condições econômicas. “Não defendemos que as indústrias brasileiras vão para outro país, no entanto, a Lei de Maquila do Paraguai permite que as empresas se tornem mais competitivas em termos de produtos acabados”, explicou.

A Fiems defende a implantação de um Centro Internacional Aduaneiro em Ponta Porã, para que as mercadorias produzidas no Paraguai possam migrar para o Brasil, criando uma faixa de receita para Mato Grosso do Sul. “Desta forma, as empresas poderão viabilizar a comercialização dos produtos feitos na faixa de fronteira e o Estado ficará com parte dos impostos destas mercadorias”, destaca.

De acordo com o ministro Gustavo Leite, o Paraguai tem pretensões expansivas. “A integração com o Brasil faz parte da agenda do Paraguai. A globalização ultrapassa as fronteiras e a integração com Mato Grosso do Sul se torna essencial”, ressaltou o ministro, que deverá receber uma comitiva sul-mato-grossense em fevereiro do próximo ano.

Jerson Domingos afirmou que o Parlamento Estadual tem responsabilidade em integrar os povos. “Portanto, apoiamos todas as iniciativas e projetos que atendem o interesse dos cidadãos brasileiros e paraguaios. Unidos, vamos buscar a melhoria da qualidade de vida dos nossos povos”, disse o presidente.

Participaram da reunião o presidente da Comissão de Turismo, Indústria e Comércio da Casa de Leis, deputado Paulo Corrêa (PR), a 2ª vice-presidente, deputada Dione Hashioka (PSDB), Laerte Tetila (PT) e Professor Rinaldo (PSDB).

Assessoria de Imprensa/ALMS

Copyright 2011 © A TribunaNews - Todos os direitos reservados.

Os textos aqui publicados são livres para utilização, desde que citada a fonte.

As notícias veiculadas nos blogs, colunas e artigos são de inteira responsabilidade dos autores.


Desenvolvido por: Lobo Tecnologia&Internet