Encontro acontece de 4 a 7 de outubro e traz como tema 'Literatura para quê?'

04/10/2017 16h18
Foto: Divulgação Foto: Divulgação

Campo Grande (MS) – Com o tema "Literatura para quê?", Campo Grande recebe de 4 a 7 de outubro o 18º Encontro do Proler, evento que contará com mesas redondas sobre Políticas Públicas para Livro, Leitura e Literatura (PNLL e PELL), literatura regional, literatura nacional e ainda encontros com escritores.

A abertura será na quarta-feira (4.10), às 19h, com uma palestra proferida pelos professores Célia Regina Delácio (UFGD) e Daniel Abrão (Uems) sobre o tema do evento. O evento acontecerá na Unigran Capital, localizada na rua Abrão Júlio Rahe, 325, Centro.

No dia seguinte, às 15h, é a vez da mesa redonda "Políticas Públicas para Livro, Leitura e Literatura – PELL e Colegiado Setorial de Literatura MS", no Centro Cultural José Octávio Guizzo (CCJOG). E às 19h, o Sesc Morada dos Baís realiza o Circuito de Autores – Arte da Palavra, com os escritores Alexandre M. Rodrigues (SP) E Vanessa T. Trajano (PI).

Na sexta-feira (6.10) a professora Bernadete Campello (MG) proferirá a palestra "Biblioteca Escolar no século XXI: espaço de múltiplas dimensões", às 14h, no CCJOG. Ela promoverá a discussão das possibilidades da biblioteca escolar como recurso de aprendizagem, analisando as diferentes experiências que esse espaço pode proporcionar. Pretende também apresentar e discutir fatores que possam influenciar projetos de formação de leitores a serem desenvolvidos na biblioteca. No mesmo local, às 19h30, o escritor Marc Ferréz (SP) traz a palestra "Literatura para Transformação Social e humana". Ele discorrerá sobre sua experiência ao longo dos seus 20 anos de carreira e abordará sobre seus livros, sua ligação com a cultura Hip Hop, sua experiência como empreendedor social e literatura marginal.

No último dia do evento (7.10), a partir das 8h30, na Biblioteca Pública Estadual Dr. Isaías Paim, Francisco Gregório (RJ) ministra a palestra "Leitura e Memória". No local acontecerá ainda o Encontro de Contadores de Histórias. A experiência tem demonstrado que contar histórias tem o mérito de aglutinar pessoas em torno de um tema, sensibilizando-as e atraindo-as para o estudo e a pesquisa não só de novos textos e ensaios, mas também para o recolhimento de histórias da memória oral – histórias que não estão só nos livros, mas na vivência das pessoas e que acabam por oferecer uma releitura das próprias histórias narradas nos livros. Como se trata de atividade com características lúdicas, a contação oferece a possibilidade de um envolvimento afetivo do leitor com o livro e com os temas em discussão. A palestra "Leitura e Memória" discorrerá sobre estes aspectos.

No mesmo dia, às 17h, o Sesc Morada dos Baís promoverá o Encontro com Escritores e traz a discussão "Por que os clássicos são clássicos?", com o palestrante Érico Nogueira (SP). Neste momento, ocorrerá a reflexão sobre os múltiplos sentidos da palavra "clássico" e a apresentação ao público dos principais autores do Ocidente. A pergunta "Literatura para quê?", portanto, se especifica, nesta palestra, em "Clássicos para quê?".

Sobre o Proler

O Programa Nacional de Incentivo à Leitura (Proler) tem como finalidade contribuir para a ampliação do direito à leitura, promovendo condições de acesso a práticas de leitura e escrita político críticas criativas. Isto implica articular a leitura com outras expressões culturais, propiciar o acesso a materiais escritos, abrir novos espaços de leitura, e integrar as práticas de leitura aos processos educacionais, dentro e fora da escola.

Tornar a prática de leitura dentro do cotidiano escolar e cultural da sociedade é tarefa fundamental para um projeto político cuja meta é formar cidadãos leitores. A escola e a biblioteca são, nesse processo, instituições imprescindíveis e complementares, mas o aprendizado da leitura transcende a alfabetização. Para constituir uma sociedade leitora, na qual a participação dos cidadãos no processo democrático seja efetiva, é preciso conjugar a leitura da palavra à leitura do mundo.

O Proler é concebido como um Programa de abrangência nacional e não tem caráter centralizador estando aberto a novos projetos de leitura e buscando estimular ações autônomas em favor da leitura. Em razão disso, o Proler é constituído por comitês conveniados e que trabalham sobre suas respectivas realidades regionais para atender às demandas próprias das comunidades onde atuam.

Mais informações Núcleo de Leitura e Literatura da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS), no telefone (67) 3316-9155. As inscrições deverão ser feitas no site.

Certificação

Ao se inscrever no evento o participante terá acesso a toda programação ou parte dela, sendo que, no local de cada atividade será disponibilizada uma lista de presença que deverá ser assinada para confirmação de sua efetiva participação.

Importante lembrar que a cada efetiva participação (confirmada via assinatura da lista de presença) serão atribuídas quatro horas na carga horária final da certificação.

Os certificados serão preenchidos com o nome exato informado na inscrição e a disponibilização será via email, portanto, observe atentamente o nome e o endereço de e-mail informado no ato da inscrição.

Observe a programação antes de se inscrever, veja as datas, os horários e os locais das atividades do evento e participe.

Programação

4 de Outubro

Período Noturno: Cerimônia de abertura – Literatura para quê? Palestrantes: Prof. Célia Regina Delácio (UFGD) e Prof. Daniel Abrão (UEMS) Local: Unigran Capital Horário: 19 horas Endereço: Rua Abrão Júlio Rahe, 325 – Centro.

5 de Outubro

Período Vespertino: Mesa Redonda "Políticas Públicas para Livro, Leitura e Literatura – PELL e Colegiado Setorial de Literatura MS" Local: Centro Cultural José Octávio Guizzo – Horário: 15 horas Endereço: Rua 26 de Agosto, 453 – Centro Período Noturno: Circuito de Autores – Arte da Palavra (SESC): Autores: Alexandre M. Rodrigues (SP) E Vanessa T. Trajano (PI) Mediação: Isloany Machado Local: Morada dos Baís – Horário: 19 horas Endereço: Av. Noroeste, 5140 – Centro

6 de Outubro

Período Vespertino: Biblioteca Escolar no século XXI: espaço de múltiplas dimensões Palestrante: Bernadete Campello (MG) Mediação: Profª Eunice de Lourdes Local: Centro Cultural José Octávio Guizzo – Sala Rubens Corrêa Horário: 14 horas Endereço: Rua 26 de Agosto, 453 – Centro Período Noturno: Palestra "Literatura para Transformação Social e Humana" Palestrante: Ferréz (SP) Mediação: Volmir Cardozo – UEMS Local: Centro Cultural José Octávio Gizzo – Sala Rubens Corrêa Horário: 19:30 Endereço: Rua 26 de Agosto, 453 – Centro

7 de Outubro

Período Matutino: Palestra "Leitura e Memória" e Encontro de Contadores de Histórias Palestrante: Francisco Gregório (RJ) Mediação: Ciro Ferreira Local: Biblioteca Estadual Dr. Isaías Paim . Horário: 8:30 Endereço: Avenida Fernando Corrêa da Costa, 559 – 2º Andar – Centro. Período Vespertino: Encontro com Escritores – Palestra "Por que os clássicos são clássicos?" Palestrante: Érico Nogueira (SP) Mediação: UBE/MS Local: Sesc Morada do Baís Horário: 17 horas Endereço: Avenida Noroeste, 5140 – Centro

Gisele Colombo – Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS)

Foto: Divulgação

 

Envie seu Comentário