MS realiza primeiro seminário estadual sobre guavira

09/04/2018 11h31
Notícias MS Notícias MS

Nos dias 12 e 13 de abril, ocorrerá o I Seminário Estadual da Guavira, fruto símbolo de Mato Grosso do Sul, em virtude da Lei Estadual nº 5.082, de 7 de novembro de 2017, sancionada pelo governador Reinaldo Azambuja. O evento será promovido no anfiteatro do Complexo Multiuso Dercir Ribeiro da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), em Campo Grande.

O objetivo principal do evento é contribuir com o incremento nas áreas de ciência, tecnologia, inovação e empreendedorismo para o Estado, estimulando estudos técnico-científicos de produção e preservação genética da guavira, o cultivo sustentável e a geração de novos produtos a partir deste fruto típico do cerrado.

Para a pesquisadora do Cepar (Centro de Pesquisa e Capacitação da Agraer), Ana Cristina Ajalla, o seminário será um marco dentro dos estudos da guavira por reunir em um mesmo local, pesquisadores e profissionais que comercializam de alguma forma o fruto. "A guavira faz parte da nossa cultura, da cultura indígena do nosso Estado e dos hábitos dos nossos avós que saiam de suas casas para colher o fruto. O evento também se faz importante porque as pesquisas em torno do fruto ainda são muito recentes. Nós, na Agraer, estamos há 10 anos com uma pesquisa em torno da guavira e, agora, será a oportunidade de reunir várias instituições que, também, estão desenvolvendo pesquisas com o intuito de unificar as nossas ações", afirma.

É importante mencionar que a idealização do evento ocorreu em virtude da oficialização da guavira (Campomanesia spp) como fruto símbolo do estado de Mato Grosso do Sul. O seminário contribuirá para reforçar a importância da guavira como símbolo da cultura sul-mato-grossense. A inscrição para o seminário é gratuita.

Construído coletivamente, o seminário conta com uma comissão organizadora composta por representantes das seguintes Instituições: Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer), UFMS, Universidade Católica Dom Bosco (UCDB), Universidade Anhanguera-Uniderp, Sistema das Cooperativas de Crédito Rural com Interação Solidária (Cresol), Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul (Fundtur-MS), Sebrae e membros da Assembleia Legislativa.

Durante o evento ocorrerá exposição de fotografias e uma pequena feirinha de artesanato e de produtos à base de guavira. "Há muitas pessoas que já trabalham com o fruto, mesmo boa parte, sendo de uma forma extrativista. Então, queremos reunir essas pessoas para propor um espaço de divulgação das atividades e mostrar o potencial em torno da guavira. Hoje ela é muito utilizada em sorvetes, licores e há chefes de cozinha que fazem receitas requintadas, inclusive, para fora do Brasil", destaca Ana Cristina.

Para participar da exposição coletiva de fotografias da guavira é necessário fazer a inscrição. Outras informações pelo site ou e-mail (guavirams@gmail.com). Confira a programação completa.

Aline Lira – Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer)

 

Envie seu Comentário