PMDB e PTB fecham questão a favor da reforma da Previdência

07/12/2017 09h23

A reunião da executiva nacional do PMDB começou por volta das quatro da tarde, na Câmara dos Deputados.

Os ministros Eliseu Padilha, da Casa Civil e Moreira Franco, da secretaria geral da presidência, estiveram presentes.

Os dois anunciaram que os dirigentes do partido decidiram fechar questão a favor da reforma da previdência.

Quando um partido fecha questão, os deputados que votarem de forma diferente da que foi determinada pela legenda podem ser punidos. A intenção é servir de exemplo para os demais partidos da base aliada e conseguir garantir os 308 votos necessários para que o texto seja aprovado. Leia mais Executiva nacional do PMDB fecha questão a favor da reforma da Previdência

O PMDB tem 60 deputados. Três membros da executiva foram contra o fechamento de questão. Moreira Franco acredita que ninguém vai descumprir a orientação do partido. Ele também afirmou que não estão sendo feitas ameaças.

Mais cedo, o PTB fechou questão a favor da reforma. O partido tem 16 deputados. Em nota, o presidente do partido, Roberto Jefferson, afirmou que a reforma é primordial para a retomada do crescimento.

Enquanto isso, a greve de fome que está sendo feita por representantes do Movimento dos Pequenos Agricultores entrou no segundo dia. Eles prometem permanecer em um dos corredores da Câmara até que sejam retirados. Hoje, o grupo recebeu apoio do líder do PT, Carlos Zaratini, e do dirigente nacional do MST, João Pedro Stédile.

Os camponeses não acreditam que as mudanças na aposentadoria rural serão retiradas do texto da reforma, como o governo tem anunciado.

EBC - Radioagência Nacional

 

Envie seu Comentário