TRF1 absolve Renan Calheiros por improbidade administrativa

28/11/2018 09h08
 
Renan Calheiros foi absolvido por improbidade - Arquivo/Marcelo Camargo/Agência Brasil Renan Calheiros foi absolvido por improbidade - Arquivo/Marcelo Camargo/Agência Brasil

A segunda instância da Justiça Federal em Brasília decidiu dia (27) absolver o senador Renan Calheiros (MDB-AL) da acusação de improbidade administrativa no caso envolvendo a jornalista Mônica Veloso. A decisão foi anunciada pela assessoria do parlamentar.

Em novembro do ano passado, a justiça de primeira instância condenou Calheiros à perda do mandato e a suspensão dos direitos políticos por oito anos em função do processo. Nesta terça-feira, ao julgar o recurso da defesa, o Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) entendeu que o processo na esfera cível não tem mais sentido porque o senador foi absolvido na parte criminal pelo Supremo Tribunal Federal (STF), em setembro.

O presidente do Senado, Renan Calheiros, em entrevista ao chegar no Congresso, fala sobre criar no Senado uma comissão para analisar maioridade penal e o ECA (Marcelo Camargo/Agência Brasil) Renan Calheiros foi absolvido por improbidade - Arquivo/Marcelo Camargo/Agência Brasil

Renan foi acusado de desviar recursos da verba indenizatória de seu gabinete para pagar pensão alimentícia de uma filha que teve fora do casamento com a jornalista Mônica Veloso.

Por meio de sua assessoria, o senador declarou que a decisão do TRF fez Justiça. "Não há reparos para essa perseguição, essa tentativa de me tornar suspeito e investigado, mesmo quando não há prova alguma e eu sequer conheço as pessoas que me citam. Sã

Agência Brasil

 

Envie seu Comentário