Cefat ganha novos aparelhos e amplia chances de atletas se destacarem

14/03/2019 17h43
Escreva aqui a legenda da foto Escreva aqui a legenda da foto

Os atletas da Ginástica Artística da Capital poderão aumentar o nível técnico e ampliar as oportunidades de serem destaque nas competições nacionais com a chegada de novos aparelhos. A Confederação Brasileira de Ginástica (CBG) doou diversos equipamentos para a Federação de Ginástica do Mato Grosso do Sul, que em parceria com a Prefeitura de Campo Grande disponibilizará os equipamentos no Centro de Formação de Atletas (Cefat).

Os aparelhos oficiais irão elevar os treinos dos atletas que estão em fase de aperfeiçoamento, conforme comentou o professor da Fundação Municipal de Esportes (Funesp), João Gabriel França. "São aparelhos novos e de alta qualidade, além de serem oficias para competições. Com isso poderemos dar melhor qualidade nos treinos", disse.

Ao todo, 7 aparelhos femininos e masculinos serão instalados no Cefat além de diversos acessórios entre os quais: mesa de salto, paralela simétrica, barra, paralelas assimétricas, argola, trava, colar de proteção salto, trampolim, esteira e colchões de diversas medidas. ​A solicitação dos aparelhos à Confederação já havia sido feita pela professora Rose Rocha (in memorian), quando estava na presidência da Federação.

Instalação

Entre os dias 18 e 22 de março, o Cefat estará fechado para a instalação dos novos aparelhos sendo que, por esta razão não haverá a realização de oficinas. Equipes da Funesp e da Federação de Ginástica de MS supervisionarão a montagem dos equipamentos. As atividades retornarão no dia 25 de março, às 8h.

A Funesp desenvolve 14 modalidades voltadas ao aperfeiçoamento, entre elas está a Ginástica Artística, que traz inúmeros benefícios e auxilia no controle do corpo. "Em Campo Grande temos um grupo que já se destaca em competições nacionais, e com esses aparelhos teremos mais possibilidades de ir para uma competição e voltar com bons índices, além de estimular novos adeptos a prática da modalidade", explicou o chefe da Divisão das Atividades Sistemáticas da Funesp, Vanderlei Sandim.

CG Notícias

 

Envie seu Comentário