Dia Nacional da Consciência Negra é celebrado com solenidade na Câmara

29/11/2018 12h42
Foto: Izaias Medeiros Foto: Izaias Medeiros

Os vereadores da Câmara Municipal de Campo Grande realizaram, nesta quarta-feira (28), Sessão Solene de outorga da Medalha Legislativa Zumbi dos Palmares, alusiva ao Dia Nacional da Consciência Negra, celebrado no último dia 20. A proposição da solenidade é da vereadora Enfermeira Cida Amaral.

"Muito obrigada por ter aceitado o convite. Parabéns aos homenageados. Sei que muitas pessoas que não foram homenageadas fizeram questão de vir esta noite. De uma forma geral, muito obrigada. Sou muito honrada em poder propor esta sessão a todos vocês", discursou a parlamentar.

Conforme Decreto Legislativo 690/01, que instituiu a Medalha, a homenagem é concedida às pessoas ou entidades que se destacaram no combate a quaisquer discriminação ou preconceito, bem como na defesa dos princípios fundamentais do cidadão e na defesa da vida.

"Essa linda homenagem me honra muito. Fico muito orgulhoso e feliz por ver os homenageados. Pessoas que lutam e trabalham nas suas comunidades, promovendo a igualdade racial. Isso é muito importante, e todos têm te reconhecer o trabalho de vocês. Parabéns a todos os ativistas aqui presentes. É muito importante a participação de vocês neste parlamento", discursou, em home dos homenageados, o subsecretário de Defesa dos Direitos Humanos da Prefeitura de Campo Grande, Ademar Vieira Júnior.

Para a coordenadora do Fórum Permanente de Educação e Diversidade Étnico-Racial de Mato Grosso do Sul, Vania Lucia Baptista Duarte, a sessão solene reconhece o trabalho não apenas dos homenageados. "Essa sessão solene é muito especial, e que bom que está sendo proposta em um momento importante, para homenagearmos Zumbi dos Palmeiras, nosso herói. O espaço é importante para homenagear os militares do movimento negro, as pessoas que estão no movimento e aquelas que fazem seu movimento onde quer que seja", afirmou.

Segundo ativista Ana José Alves, ainda há muito o que se fazer na busca por igualdade. "São 130 anos pós-abolição. 30 anos da Constituição Federal e, até hoje, lutamos por igualdade, pois a desigualdade está constante na sociedade. Nós, mulheres negras, crianças negras, genocídio da população negra: basta! Não queremos mais. Falamos de igualdade e praticamos perversidade", discursou.

Confira a lista de homenageados:

Ademir Santana - Ademir Jarcém dos Santos e Alcindo Jarcém dos Santos

Betinho - Bete Cortez e Adriana de Souza Carvalho Arruda

Carlão - Gabriel Alves Leite e Gilson Aparecido Feitosa

Chiquinho Telles - Adão Gregório dos Santos e Mary Cristina Deleon Souza Da Silva

Delegado Wellington - Jeffrey Newton Lemos Dutra e Maria de Lourdes da Silva

Dharleng Campos - Miriam Pereira dos Santos e Rhaysla Pereira Andrade

Dr. Loester - Valdir Pereira dos Santos e Durmon de Moura Matos

Dr. Wilson Sami - Carlos Alberto de Oliveira Ferreira e Carlos Eduardo de Oliveira Ferreira

Eduardo Romero - Maria de Lourdes Silva e Osvaldo dos Passos Pereira Júnior

Enfermeira Cida Amaral- Lucinei Cezário da Cruz Nantes e Ana Valéria Santos

Gilmar da Cruz - Marionilde Vicencia da Silva Duran Sebal e Luciana Sanches Da Silva

Lucas de Lima - Orzirio Neves Dias

Odilon de Oliveira - Adriane da Silva Soares e Desire Queiroz dos Santos

Pr. Jeremias Flores- Nilton dos Santos Silva e Zenilda da Silva

Valdir Gomes - Sanderson Serafim Mariano

William Maksoud - Reginaldo Freitas Rodrigues

Câmara Municipal - José Carlos de Carvalho

João Fagundes Santos

Igor Augusto Pereira Silva

Nayhara Almeida de Souza

Ademar Vieira Junior

Rafael Domingos Fernandes - Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal

 

Envie seu Comentário