Procon encontra carnes e peixes impróprios para o consumo em supermercados

15/04/2019 17h01
Fotos – Procon/MS. Fotos – Procon/MS.

Diligências realizadas por equipes de fiscalização da Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor* em dois supermercados em diferentes regiões de Campo Grande, nos dias 11 e 12 de abril, registraram irregularidades em diversos em produtos expostos à venda.

Na primeira unidade comercial visitada, localizada no Jardim Tijuca, os principais problemas foram vários itens com prazo de validade vencido, produtos sem informações de validade ou com embalagens violadas (amassadas). Fora do prazo que estariam liberados para venda 102 unidades de cerveja, entre garrafas e latas, com vencimento desde 01 de janeiro deste ano, 13 barras de chocolate além de caldo de carne, mistura para canja, iogurte e refrigerante. Ainda, entre as ocorrências havia produtos sem especificação de validade e procedência entre os quais um peixe inteiro com cerca de três quilos, aproximadamente sete quilos de pucheiro e seis quilos de bucho bovino.

No outro supermercado, localizado na Vila Anahy, várias irregularidades se repetem. Com embalagens avariadas tornando o produto impróprio para o consumo, foram encontrados aproximadamente 53 quilos de carnes diversas e miúdos congelados, cerca de 20 quilos de peixes entre pacus e pintados além linguiça calabresa, bacon e mandioca e, ainda, produtos vencidos ou sem especificação de origem ou prazo de validade, tais como: bucho bovino, polenta, bolos e biscoitos.

  • Órgão vinculado à Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast).

Waldemar Hozano – Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor – Procon/MS

 

Envie seu Comentário